Blog de marlyjacobino


Flora: Coroa de Frade, um tipo de cactos muito comum na regiãoCem anos de felicidade: Patativa do Assaré

 

Antônio Gonçalves da Silva, conhecido como: Patativa do Assaré, nasceu a 5 de março de 1909 na Serra de Santana, pequena propriedade rural, no município de Assaré, no Sul do Ceará.

Cresceu ouvindo histórias, os ponteios da viola e folhetos de cordel. Em pouco tempo, a fama de menino violeiro se espalhou. Com oito anos trocou uma ovelha do pai por uma viola. Dez anos depois, viajou para o Pará e enfrentou muita peleja com cantadores. Quando voltou, estava consagrado: era o Patativa do Assaré. Nessa época os poetas populares vicejavam e muitos eram chamados de 'patativas' porque viviam cantando versos. Ele era apenas um deles. Para ser melhor identificado, adotou o nome de sua cidade. Como todo bom sertanejo, Patativa começou a trabalhar duro na enxada ainda menino, mesmo tendo perdido um olho aos 4 anos. No livro 'Cante lá que eu canto cá', o poeta dizia que no sertão enfrentava a fome, a dor e a miséria, e que para 'ser poeta de vera é preciso ter sofrimento'.  Patativa só passou seis meses na escola. Isso não o impediu de ser Doutor Honoris Causa de pelo menos três universidades. Não teve estudo, mas discutia com maestria a arte de versejar. Desde os 91 anos de idade com a saúde abalada por uma queda e a memória começando a faltar, Patativa dizia que não escrevia mais porque, ao longo de sua vida, 'já disse tudo que tinha de dizer'. Patativa morreu em 08 de julho de 2002 na cidade que lhe emprestava o nome.

O BURRO

: Patativa do Assaré

                      Vai ele a trote, pelo chão da serra,
                      Com a vista espantada e penetrante,
                      E ninguém nota em seu marchar volante,
                      A estupidez que este animal encerra.
 
                     
Muitas vezes, manhoso, ele se emperra,
                      Sem dar uma passada para diante,
                      Outras vezes, pinota, revoltante,
                      E sacode o seu dono sobre a terra.

 
                      Mas contudo! Este bruto sem noção,
                      Que é capaz de fazer uma traição,
                      A quem quer que lhe venha na defesa,
 
                     
É mais manso e tem mais inteligência
                      Do que o sábio que trata de ciência
                      E não crê no Senhor da Natureza.

 

                                                        + um Sarau!

Na sala 2 do Teatro Municipal:  o evento do S@rau Literário Piracicabano do ano 2009, para o dia 10 de Março (terça-feira_ 19h 30min às 21h30min).

O homenageado da Literatura Nacional: Antônio Frederico de Castro Alves (14 de Março_ 162 anos do seu nascimento), também os homenageados pelo exemplar trabalho com a Dança de Salão: os piracicabanos Gisele Fernanda da Silva e César Augusto Stênico da Silva .



Escrito por marlyjacobino às 14h40
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




14 de Março-aniversário de Antônio Frederico de Castro Alves

Na sala 2 do Teatro Municipal  o evento do S@rau Literário Piracicabano do ano 2009, para o dia 10 de Março (terça-feira_ 19h 30min às 21h30min).

O homenageado da Literatura Nacional: Antônio Frederico de Castro Alves (14 de Março_ 162 anos do seu nascimento), também os homenageados pelo exemplar trabalho com a Dança de Salão: os piracicabanos Gisele Fernanda da Silva e César Augusto Stênico da Silva .

O poeta, ator e declamador Daniel Valim também apresentará uma parte do Navio Negreiro de Castro Alves.

Os músicos que acompanham o Sarau: Ana Lucia Stipp Paterniani (flauta e voz), José Carlos Gregório (violão e voz), Eliane Vidal (violão e voz).

Navio Negreiro _ Castro Alves

V

Senhor Deus dos desgraçados!

Dizei-me vós, Senhor Deus!

Se é loucura... se é verdade

Tanto horror perante os céus?!

Ó mar, por que não apagas

Co'a esponja de tuas vagas

De teu manto este borrão?...

Astros! noites! tempestades!

Rolai das imensidades!

Varrei os mares, tufão!

 

Quem são estes desgraçados

Que não encontram em vós

Mais que o rir calmo da turba

Que excita a fúria do algoz?

Quem são?   Se a estrela se cala,

Se a vaga à pressa resvala

Como um cúmplice fugaz,

Perante a noite confusa...

Dize-o tu, severa Musa,

Musa libérrima, audaz!...

 

São os filhos do deserto,

Onde a terra esposa a luz.

Onde vive em campo aberto

A tribo dos homens nus...

São os guerreiros ousados

Que com os tigres mosqueados

Combatem na solidão. (...)

 



Escrito por marlyjacobino às 15h15
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Poema

Valquiria Cordeiro Goulart Gonçalves

Deixe-me ser sua musa

Ser sua mais doce inspiração...

Deixe-me tocar o seu coração,

E arrancar do seu íntimo,

Frases nuas e puras,

Fazendo fluir de ti,

A mais íntima composição,

De um poema,

Só para mim...

Um poema que fale de amor,

Uma linda declaração,

Que fale do ardor,

Da minha paixão por ti.

Convite:

 

Exposição: "PALAVRAS E IMAGENS" na Praça do Cinema no Shopping Piracicaba. A mostra pode ser vista de 2 a 31 de março.



Escrito por marlyjacobino às 23h48
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Erin Gruwell (Hilary Swank) e seus alunos!**Conflitos raciais muito bem expostos no filme!

Escritores da Liberdade

( Freedom Writers, EUA, 2007)

 

Em 1992, a cidade de Los Angeles assistia a uma verdadeira guerra nos seus bairros mais pobres causadas por gangues movidas por tensões raciais. A Secretaria de Educação, preocupada com a situação, decidiu instaurar, em algumas escolas, uma política de integração. Dessa maneira, negros, brancos, hispânicos e orientais – todos inimigos do lado de fora – eram colocados dentro de uma mesma sala de aula. É nesta realidade que se passa o filme “Escritores da Liberdade”, do diretor e roteirista Richard LaGravenese.

 Nele, encontramos Erin Gruwell (Hilary Swank), uma mulher extremamente capacitada e que, movida pela política de integração, decide trabalhar no colégio Woodrow Wilson. Erin é idealista – ela foi criada em um lar e por um pai (Scott Glenn) que fazia parte da luta pelos direitos civis – e acredita que pode fazer a diferença e mudar o mundo; mas até encontrar uma maneira de se fazer ser ouvida, ela vai sofrer bastante nas mãos de seus intolerantes alunos, além de colocar em risco o seu casamento com Scott (Patrick Dempsey, do seriado “Grey’s Anatomy”).

O método de ensino adotado por Erin é bem interessante. Ao ver a sala de aula dividida em tribos que se odeiam, ela começa a fazer menção a uma série de acontecimentos marcantes da história do mundo, como o Holocausto e a segregação racial nos Estados Unidos, para mostrar aos seus alunos que as divergências existentes entre eles podem ter resultados catastróficos. Além disso, Erin os incita a escrever um diário pessoal, em que eles possam compartilhar seus sonhos, medos, anseios e esperanças.

Escritores da Liberdade (Freedom Writers, Alemanha, EUA, 2007) Diretor(es): Richard LaGraveneseRoteirista(s): Richard LaGraveneseElenco: Hilary Swank, Patrick Dempsey, Scott Glenn, Imelda Staunton, April Lee Hernandez, Mario, Kristin Herrera, Jacklyn Ngan, Sergio Montalvo, Jason Finn, Deance Wyatt, Vanetta Smith, Gabriel Chavarria, Hunter Parrish, Antonio García

 



Escrito por marlyjacobino às 13h14
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Rosa - Recados e Imagens (10173)

VENEZA

Maria Emília L. M. Redi

 Banhada pelo Adriático

Repousa a “ Bela da Itália ”!!!

Labirintos e ruelas

Segredam histórias

-De ambições, ciúmes e traições;

Nobres frágeis... pobres donzelas!

Mascaradas paixões,

Entranhadas nas esculturas e vitrais

Deslizam pelos vãos das eras,

Em negras gôndolas,

Reflexos de romances ancestrais ...

Túnel do Tempo

Ouça a voz afinada do Trio Marayá?Clique nos endereços abaixo:

 http://www.youtube.com/watch?v=EGyb11knYYo&NR=1      Aroeira: Trio Marayá e Geraldo Vandré



Escrito por marlyjacobino às 10h12
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Mãe nossa de cada dia.

Angela Guerrini Sega

Mãe nossa de cada dia, sejam feitas as nossas vontades e as tuas pra depois as deixa. Venha a nós teus benefícios, sorrisos e caricias. Mãe nossa de cada dia levanta cedo e vai a padaria trazer o pão fresco e bem quente, serve-nos também um bom leite com café. Faça patê de salsicha com bastante maionese e não nos venha com preguiça. Abasteça nosso ventre, nos refresque nos dias quentes e no frio nos aqueça com o mais macio cobertor, de preferência antialérgico e estampado floral. Mãe nossa anda vai logo ao supermercado a dispensa está vazia. Arruma as camas, limpe a casa, costura pra nós uma linda roupa e conserte nossos erros, resolvendo também nossos problemas. Abra teus braços e nos console dos tombos que a vida nos dá, retira de nós todo cansaço e com ele as desilusões. Mãe nossa de cada dia favoreça-nos com sua ternura, mas não nos conte as tuas dores. Já estas velha e de nada precisa nós, porém os jovens, temos tanto a viver e precisar. Viva mãe a nosso favor e amor, o tempo corre depressa e um dia sairemos do ninho seguindo nosso caminho. Prometemos com toda certeza, trazer os netos para que você mãe nossa, continue a cada dia dando mais de si.

Flor - Recados e Imagens (4849)



Escrito por marlyjacobino às 15h17
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Jogatina

Elda Nynpha Cobra Silveira

 

A sala envolta em fumaça

Assiste o naipe  intruso

Ser jogado na mesa verde

 

Faço um olhar vago

Indeciso ou descuidado,

Mente ativa, nada revelo

Ao adversário.

minha certeza é contumaz.

 

fazendo-me insolente

olho ôlho no ôlho

com confiança

sorrio num esgar dúbio

provocando tensão.

 

e dominante

como um sagaz amante

atiro no feltro verde

 

a carta da mão triunfante

JóiaTúnel do Tempo

Ouça uma das Jóia três maiores vozes mundiais do século XX_ clique em:

http://www.youtube.com/watch?v=cjNFHV2mxAg

 



Escrito por marlyjacobino às 14h43
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 Maria Lúcia Prado Almeida no Sarau Literário Piracicabano!

 Baobás

Maria Lúcia Prado Almeida

Por quais motivos o pensamento nos baobás?

Exupéry há tanto tempo deles falou.

Encantou-nos Pequeno Príncipe com suas mensagens,

e, hoje, vem a vontade forte de relembrar.

 

Emoção boa ao conhecê-los, lá em Recife.

Da mãe-África, as sementes férteis, nas mãos de escravos.

Troncos robustos, tamanho porte, outros não há.

Seus galhos finos não justificam troncos tão grossos.

Beleza estranha, mas há beleza nos baobás.

Tunel do tempo 

Ouça a voz afinada do Trio Marayá?Clique nos endereços abaixo:

 http://www.youtube.com/watch?v=EGyb11knYYo&NR=1      Aroeira: Trio Marayá e Geraldo Vandré

http://www.youtube.com/watch?v=AkghEx3g6wI&NR=1         Disparada( Festival da Record)

 



Escrito por marlyjacobino às 10h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




                                                                      

                                                          Flores: 1                             

Rosa, rainha...

           Leda Coletti

                            

Rosa,

flor completa.

O Poderoso corou-a a rainha,

dando-lhe a beleza como cetro

e espinhos para defender-se.

Ela ternamente agradece

e desempenha com arte, esmero

o seu reinado no momento da floração.

para deleite nosso e da natureza!

Flores: 1

 



Escrito por marlyjacobino às 10h26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 

 Guilherme Arantes o "Poeta Musical"!

                                                             Lágrima de uma Mulher  (15/02/2009)

 (Guilherme Arantes) 

Que mistério pode haver

Na lágrima de uma mulher

Quando abre o seu segredo?

Que momentos de aflição

Há no tremor da sua mão

Onde esconde os seus medos ?

No abandono do teu pranto eu me perdi

Não sabia o que dizer pra consolar

Tive raiva dessas mágoas que puseram em você

Tive pena dos que nunca te puderam conhecer

Que mistério pode haver...

Eu sinto muito cada dor que te marcou

Ou que modificou seu jeito de amar

Os estragos improváveis

De um carinho te curar

Os escudos invisíveis

Para um homem penetrar

Que mistério pode haver...

(Guilheme Arantes nesta letra mostra um profundo conhecedor da alma feminina. Saravá!)

1)Ouça** Lágrima de uma Mulher ** clique aqui: http://www.youtube.com/watch?v=6zV_VByVcQM

2)Conheça o Instituto Planeta Água, ONG criada por Guilherme Arantes em 2000.

 

 

 



Escrito por marlyjacobino às 14h03
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Ivana  Marisa Altafin e Ana Marly.

1 MINUTO

Ivana Marisa Altafin 

Eu queria fazer algo para lhe agradar,

pois eu queria que você gostasse

um pouco de mim...

acho que você gostou um pouco de mim,

mas foi tão pouco, que logo se acabou!

Eu queria você inteiro para mim,

todos os momentos,

horas, minutos, segundos,

somente para mim

Será que você teria agora um minuto

somente para mim?

Apenas para dizer que eu não existo sem você,

Que meu amor é maior que

os desencontros;

as mágoas;

as feridas.

O meu amor é fiel de corpo e alma!

Ah! O minuto ainda não acabou, então

ainda há tempo para eu lhe dizer:

Eu sempre vou te amar!

 

 

1) Quer ouvir a voz afinada do Trio Marayá?Clique nos endereços abaixo:

 http://www.youtube.com/watch?v=EGyb11knYYo&NR=1      Aroeira: Trio Marayá e Geraldo Vandré

http://www.youtube.com/watch?v=AkghEx3g6wI&NR=1         Disparada( Festival da Record)



Escrito por marlyjacobino às 14h01
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




A teoria da evolução; a poesia da humanidade nas mãos de Charles Darwin (12 de Fevereiro_ 200 anos do seu nascimento)

O biologista e naturalista Charles Robert Darwin nasceu na Inglaterra e viveu de 1809 (2009 _duzentos anos do seu nascimento)  a 1882. Durante um período de cinco anos, ele colaborou com pesquisas realizadas nas costas e em ilhas da América do Sul, Austrália e Nova Zelândia.

               A origem das espécies, publicado em 1858, transformou nosso modo de ver o mundo e fez de Charles Darwin um dos cientistas mais importantes de todos os tempos. Em "A Revolução da Evolução", a autora narra toda a controvérsia causada pelas teorias de Darwin, e mostra por que elas continuam a ser debatidas até os dias de hoje, mesmo tendo sido comprovadas quase que por completo depois de sua morte. Para entender como Darwin chegou à idéia de seleção natural, Stefoff descreve sua formação como cientista e reconstrói sua viagem de cinco anos ao redor do globo, à bordo do Beagle, na qual o cientista fez seu famoso estudo nas Ilhas Galápagos e traçou as primeiras linhas do que viria a ser uma das mais estrondosas descobertas científicas do século 19.   (A Revolução da Evolução, Rebecca Stefoff, Companhia das Letras

 

Valeu a Pena! Confira!

O  http://agendaculturalpiracicabana.zip.net  _ FOI ESCOLHIDO por Leandro Nascimento(da cidade de Cuiabá)  _ leia o seu comentário:

 

#####  Seu Blog foi indicado para o "Vale a Pena Conferir" do Blog do Brasilerô...

Confira acessando:                www.brasilero.zip.net.

 

  A segunda indicação do http://agendaculturalpiracicabana.zip.net foi postado assim:

 #### Olá! Seu blog foi selecionado como um dos legais do UOL. Parabéns! Veja no link abaixo

como colar o selo de Blogs Legais:

 

 [UOL Blog] [indiqueumblog@uol.com.br] [http://blog.uol.com.br]

 

 QUE MARAVILHA SER ESCOLHIDO, AFINAL O NOSSO TRABALHO DE DIVULGAR A ARTE E A LITERATURA ESTÁ

VALENDO A PENA!

AGRADEÇO TODOS OS LEITORES, POETAS, ESCRITORES... QUE NOS AJUDAM NESTE TRABALHO DE DIVULGAÇÃO!

 

Oi Ana, mais uma vez obrigada pela "reportagem literária", ótima!

Ao ler seu e-mail lembrei de Freud quando disse que houveram três feridas narcísicas imputadas à humanidade:  Copérnico quando  mostrou que a Terra não era o centro do universo,  questionando o geocentrismo.  Darwin  mostrando a origem do homem a partir do reino animal, o homem um elo na evolução.  E ele próprio, Freud, dizendo que o eu não é senhor na sua própria casa, mostrando o determinismo inconsciente e o auto-engano da consciência.

Paradigmas revolucionários sobre o universo que compomos, nossas origens e o que nós mesmos escapa ao entendimento racional. 

Super abraço.

Liége Selma Lise.

 



Escrito por marlyjacobino às 13h47
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Carmelina ( uma das homenageadas do Sarau Literário Piracicabano do mês de Dezembro)encantando a todos com sua história.

"Vida."

 

Não

existe

vida

sem

amor.

 

Não

existe

amor

sem

valor!!!

 

 

                                                              



Escrito por marlyjacobino às 13h29
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Carmem Miranda _A Pequena Notável (Cem anos do seu nascimento)

Carmen Miranda 9 de fevereiro de 1909 (Um século do seu nascimento)-1955 __ Cantora e atriz brasileira de origem portuguesa.  Por 15 anos faz sucesso nos Estados Unidos (EUA), especialmente em Hollywood. Seu nome verdadeiro é Maria do Carmo Miranda da Cunha. Nascida em Marco de Canaveses, Portugal, vem para o Brasil com dois anos. Seu primeiro disco sai em 1930, marcado pelo êxito de Taí, de Joubert de Carvalho. Na década de 30, suas gravações fazem sucesso nos carnavais (Alô... Alô..., Adeus Batucada, No Tabuleiro da Baiana) e ela realiza turnês pela Argentina e pelo Uruguai. Atua no cinema brasileiro estrelando cinco filmes. No último deles, Banana da Terra (1938), aparece pela primeira vez vestida de baiana para cantar O Que É Que a Baiana Tem?, de Dorival Caymmi. O traje estilizado de baiana com balangandãs e turbante torna-se sua marca. Em 1939 vai para os EUA. Estréia em um musical da Broadway e, em 1940, apresenta-se na Casa Branca para o presidente Franklin Roosevelt. No ano seguinte assina contrato para atuar em Hollywood. Trabalha em Uma Noite no Rio (1941) e em mais 12 filmes. Consagrada internacionalmente, viaja ao Brasil em 1954 para rever a família. Meses depois, já de volta a Hollywood, morre de um ataque do coração.

 

                                      Clique nos links abaixo  e  ouça!

 

 1)CHUVA NO MEU ROSTO__A música esta no Youtube.

 

http://www.youtube.com/watch?v=8MvgOrpbFIs _ Letra de AmauriNero_ Caipiracicabano  Canta: Wagner Alexandre ( Caipiracicabano)

2) Quer ouvir a voz afinada do Trio Marayá?Clique nos endereços abaixo:

 http://www.youtube.com/watch?v=EGyb11knYYo&NR=1      Aroeira: Trio Marayá e Geraldo Vandré

http://www.youtube.com/watch?v=AkghEx3g6wI&NR=1         Disparada( Festival da Record)



Escrito por marlyjacobino às 22h47
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 

A Escritora e Poeta Aracy Duarte Ferreira lendo o seu poema no Sarau:                                                

                                                                        Ação_ Reflexão

                                                    Aracy Duarte Ferreira

 Debaixo de uma figueira

Sob as cores do arco-íris

Sentindo o perfume na floreira

Num relax descubro.

 

Mulher século vinte e um

Ser limitado, ideológica

Trilha caminhos suaves e tortuosos

Respeita a linha cronológica.

 

Tem altivez e paciência

Desfila teorias utópicas

Age com razão e prudência

Não vê tudo cor-de-rosa.

 Com pretensão literária

Faz poesias e prosas

Sonha com naturalidade

Sobre amores, dores e rosas.

parabens - Recados e Imagens (8526)

O  http://agendaculturalpiracicabana.zip.net  _ FOI ESCOLHIDO por Leandro Nascimento (da cidade de Cuiabá)  _ leia o seu comentário:

 Seu Blog foi indicado para o "Vale a Pena Conferir" do Blog do Brasilerô... Confira

acessando:  www.brasilero.zip.net.

   A segunda indicação do http://agendaculturalpiracicabana.zip.net foi postado assim:

 Olá! Seu blog foi selecionado como um dos legais do UOL. Parabéns! Veja no link abaixo

como colar o selo de Blogs Legais: [UOL Blog] [indiqueumblog@uol.com.br]

[http://blog.uol.com.br]

 QUE MARAVILHA SER ESCOLHIDO, AFINAL O NOSSO TRABALHO DE DIVULGAR A ARTE E A LITERATURA ESTÁ VALENDO A PENA!

AGRADEÇO TODOS OS LEITORES, POETAS, ESCRITORES... QUE NOS AJUDAM NESTE TRABALHO DE DIVULGAÇÃO!

                                                                   Fratern@l Abraço

                                                              Ana Marly de Oliveira Jacobino

 



Escrito por marlyjacobino às 14h50
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Sudeste, PIRACICABA, Mulher, Portuguese, Spanish, Arte e cultura, Livros
MSN -
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
  Recanto das Letras
  Rodrigo Alves
  Giovanni Lucas
   Katiuscia Oriani
  Site dos Rios
  Psicanálise
  Marcela Benvegnu
  Ivana Altafin
  Sala Amarela Encontros Culturais
  Leandro Nascimento (Cuiabá)
  José Alves de Almeida Neto (Poeta Zezinho)
  Veropoema
Votação
  Dê uma nota para meu blog